Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sabia que Júpiter tem, pelo menos, mais doze luas e uma delas é “excêntrica”?

NASA

Todas as luas recém-identificadas são relativamente pequenas, sobretudo quando comparadas com outras luas de Júpiter como a Ganímedes. Segundo os astrónomos, as luas eram provavelmente objetos que se formaram perto do planeta e que foram “capturados” pela sua enorme força gravitacional

O planeta Júpiter tem oficialmente mais 12 novas luas, incluindo uma “excêntrica” que parece destinada a colidir com outros satélites que partilham a sua órbita. A descoberta foi anunciada na esta segunda-feira por uma equipa de astrónomos do Instituto Carnegie para a Ciência, em Washington. O número total de luas conhecidas que gravitam em torno do gigante planeta gasoso é agora de 79.

Todas as luas recém-identificadas são relativamente pequenas, sobretudo quando comparadas com outras luas de Júpiter como a Ganímedes. A maior e mais maciça lua do Sistema Solar tem um diâmetro de mais de cinco mil quilómetros, sendo mesmo superior ao planeta Mercúrio.

Scott S. Sheppard, que lidera a equipa de astrónomos, disse que estas luas eram provavelmente objetos que se formaram perto de Júpiter nos primeiros tempos do Sistema Solar e que foram “capturados” pela enorme força gravitacional do planeta. “Júpiter é como um grande aspirador porque é muito maciço”, acrescentou o astrónomo.

Quanto à lua “excêntrica”, assim referida por causa da sua órbita fora do comum, foi batizada pela namorada de Sheppard com o nome de Valetudo, a deusa da saúde e da higiene e bisneta do deus romano Júpiter.

Esta lua orbita em redor de Júpiter na mesma direção em que o planeta gira, mas um grupo de outras pequenas luas que partilham a sua órbita viaja na direção oposta. “É muito provável que colida com esses outros objetos. Provavelmente, já o fez no passado”, revelou Sheppard.

As quatro maiores luas de Júpiter – Ganímedes, Calisto, Io e Europa – foram descobertas por Galileu em 1610.