Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pelo menos 12 civis mortos em ataques à cidade síria de Nawa

Bombardeamentos nocturnos na Síria

ALAA AL-FAQIR

Pelo menos 12 civis morreram durante os bombardeamentos que atingiram durante a noite posições ocupadas por opositores a Assad na cidade síria de Nawa, província de Deraa, disse esta quarta-feira o Observatório Sírio para os Direitos do Homem

O organismo, que dispõe de uma vasta rede de fontes de informação na Síria, ainda não apurou, no entanto, se foram raids da aviação governamental ou um ataque aéreo das forças da Rússia, país aliado do regime de Damasco.

"Na terça-feira à noite violentos ataques aéreos e disparos de artilharia atingiram a cidade de Nawa, a última cidade 'rebelde' da zona oeste da província de Deraa", disse à France Presse o diretor do Observatório Sírio para os Direitos Humanos, Rami Abdel Rahmane acrescentando que morreram, pelo menos, 12 civis.

As forças governamentais sírias tentam controlar a província de Deraa através de uma ofensiva militar lançada no dia 19 de junho.
Simultaneamente, Moscovo propôs negociar um "acordo de reconciliação com os rebeldes" mas que não conheceu desenvolvimentos até ao momento.

Na região vivem dezenas de milhares de civis, de acordo com a organização não-governamental com sede em Londres. Segundo o observatório, Damasco e os aliados russos tentam em Deraa a mesma tática que já foi utilizada anteriormente: intensificar os bombardeamentos contra as posições hostis e propondo ao mesmo tempo negociações.

O conflito na Síria que começou em 2011 fez 350 mil mortos.