Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump vê na União Europeia “um inimigo” dos EUA

US DEPARTMENT OF STATE HANDOUT

Numa entrevista à CBS, Donald Trump elenca o rol de inimigos comerciais dos EUA e coloca a UE à cabeça, seguida da Rússia e da China, frisando que muitos países da UE, que também são membros da NATO, “aproveitaram-se” dos Estados Unidos da América no que diz respeito ao comércio

Donald Trump considera a União Europeia como um "inimigo" dos Estados Unidos da América, assim como a China e a Rússia, segundo afirmou numa entrevista dada à CBS gravada este sábado na Escócia e que deverá ser passada integralmente na segunda-feira.

Questionado pelo jornalista sobre qual o seu "maior inimigo internacional neste momento", o presidente dos Estados Unidos disse haver "muitos inimigos". "Vejo a União Europeia como um inimigo, tendo em conta o que nos fizeram no que diz respeito ao comércio. A Rússia é um inimigo também em alguns aspetos. A China é um inimigo económico, com certeza que é. Mas isso não significa que sejam maus. Significa que eles são competitivos", afirmou Trump na entrevista, gravada no clube de golfe de Turnberry, na Escócia.

"Respeito os líderes desses países. Mas, no que diz respeito ao comércio, acho que todos se aproveitaram de nós e muitos desses países estão na NATO e não estão a pagar o que devem", acrescentou.

Já este domingo, a primeira-ministra britânica, Theresa May, revelou que Trump a aconselhou a "processar" a União Europeia, em vez de negociar o Brexit. A saída do Reino Unido da União Europeia, o comércio bilateral, a política externa e a segurança global foram os temas mais marcantes na agenda do encontro entre Trump e May, na passada quinta-feira, durante a visita que o presidente dos EUA está a fazer ao Reino Unido.

Depois de ter dado uma entrevista ao jornal "The Sun", no qual considerou que a estratégia de May para o Brexit "provavelmente mataria" um acordo de livre comércio entre Washington e Londres, Trump voltou atrás no dia seguinte e disse ter uma relação "muito sólida" com a primeira-ministra britânica.

Donald Trump está a passar este fim de semana na Escócia, enquanto se prepara para a cimeira com o presidente russo, Vladimir Putin, que irá decorrer na segunda-feira, em Helsínquia, na Finlândia. Para esse encontro, Trump disse à CBS não ir com "grandes expectativas".