Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A lista continua a engordar: agora é Robert de Niro que acusa Harvey Weinstein de lhe dever 800 mil euros

George Pimentel

O artista norte-americano junta-se assim a outro nomes importantes da indústria como Meryl Streep, George Clooney e Quentin Tarantino, que diz ter a receber quase 3.5 milhões de euros. Há pouco mais de um mês, Eminen e Jay-Z denunciaram também que ainda têm de receber quase 700 mil euros

Robert De Niro diz que Harvey Weinstein lhe deve cerca de 800 mil euros. O ator norte-americano acusa o produtor cinematográfico de não lhe ter pago pelo papel em “Silver Linings Playbooy de 2012, conta o “The Guardian”. De Niro foi nomeado para melhor ator secundário com esse desempenho.

O artista norte-americano junta-se assim a outro nomes importantes da indústria como Meryl Streep, George Clooney e Quentin Tarantino, que diz ter a receber quase 3.5 milhões de euros. Há pouco mais de um mês, Eminen e Jay-Z denunciaram também que ainda têm de receber quase 700 mil euros.

Depois de ser despedido em outubro da sua própria empresa após acusações de assédio e abuso sexual, a Weinstein Company declarou falência nos finais de fevereiro, aquando das negociações falhadas com investidores. Apesar desse desfecho, a compra dos bens da companhia, agora avaliados em 245 milhões de euros, está em marcha. De acordo com o jornal inglês, a empresa Lantern Capital não estará longe de fechar o negócio.