Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lisa Marie Presley. Ou o caso de uma fortuna de 85 milhões reduzida a 12 mil euros

Peter Macdiarmid

Filha de Elvis Presley apresentou queixa em tribunal contra o ex-agente, alegando que lhe mentiu e investiu mal o dinheiro. Barry Siegel vai processar a artista por danos, exigindo uma compensação de 700 mil euros

A filha de Elvis Presley perdeu a fortuna. Lisa Marie Presley apresentou uma queixa contra o ex-manager, alegando que este lhe esvaziou a conta, mentindo-lhe, investindo mal e sacando qualquer coisa como 600 mil euros por ano em salário, conta a Page Six. Ou seja, uma fortuna avaliada em cerca de 85 milhões de euros reduziu-se a 12 mil euros.

Lisa Presley, de 50 anos, defendeu em tribunal que Barry Siegel, o ex-agente, lhe disse que as finanças “estavam em boa forma”, enquanto a conta ia emagrecendo. Entre algumas decisões falhadas, Presley destacou que Siegel investiu fortemente numa holding da empresa “American Idol”, que acabaria por falir.

“Se Siegel tivesse relatado o verdadeiro estado do fundo a Presley e restringisse os gastos, Presley teria vivido mais confortavelmente com um orçamento anual de 1.5/2 milhões de dólares”, pode ler-se num documento que foi apresentado ao tribunal, a que o Daily Mail teve acesso.

De acordo com o jornal britânico, o ex-manager vai processar Presley, exigindo quase 700 mil euros por danos. Siegel diz que a fortuna esfumou-se devido aos “hábitos de gastos incontroláveis”.