Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Estados Unidos vão abandonar o Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas

LEAH MILLIS // Lusa

A Administração Trump, que recentemente decidira abandonar o Acordo de Paris e acordo nuclear com o Irão, acusa a entidade sediada em Geneva de ser anti-Israel e tem exigido reformas naquele órgão da ONU

Os Estados Unidos vão abandonar o Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, avança a Reuters. O anúncio será feito na terça-feira por Mike Pompeo, o secretário de Estado dos EUA, e Nikki Haley, a embaixadora norte-americana na ONU. Os Estados Unidos exigiam uma reforma naquele órgão, mas o falhanço nas negociações ditaram o desfecho revelado agora por uma fonte do Governo norte-americano à agência de notícias britânica.

A Administração Trump, que recentemente decidiu abandonar o Acordo de Paris e acordo nuclear com o Irão, acusa os membros daquela entidade de serem anti-Israel.

Os Estados Unidos estão no centro das atenções depois de ter sido noticiado que há crianças a serem separadas dos pais à força, na fronteira com o México, depois de estes terem detidos por tentarem entrar ilegalmente no país. Na segunda-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, defendeu que as crianças “não devem ser traumatizadas ao serem separadas dos pais”. Também o alto-comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, apelou a Washington para travar aquela política “inconsciente”.