Siga-nos

Perfil

Expresso

Iniciativas e Produtos

Prémio Branquinho da Fonseca: inscrições abertas

Abriram as inscrições para o Prémio Branquinho da Fonseca, uma iniciativa do Expresso e da Gulbenkian para obras de literatura infantis e juvenis.

Estão abertas as inscrições para o Prémio Branquinho da Fonseca, uma iniciativa do Expresso e da Fundação Calouste Gulbenkian.

O prémio tem duas modalidades - obras de literatura para a infância e obras de literatura para a juventude. Para qualquer das modalidades, só serão admitidos concorrentes com idade não inferior a 15 e não superior a 30 anos.

As candidaturas estão abertas até ao dia 31 de Maio.

O prémio é constituído por uma quantia em dinheiro no montante de 5 mil euros para o vencedor de cada uma das modalidades.

As candidaturas deverão ser enviadas para Prémio Branquinho da Fonseca - Expresso/Gulbenkian, Avenida de Berna, 45 - 1067-001 Lisboa.

Clique para consultar os documentos em pdf:

.Regulamento

.Ficha de inscrição

O Prémio é bienal e teve a sua primeira edição no ano 2001. Tem por objectivo incentivar o aparecimento de jovens escritores (entre os 15 e os 30 anos) na área da literatura infanto-juvenil, e daí a existência de duas modalidades: modalidade Infantil; modalidade Juvenil.

O Prémio Branquinho da Fonseca Expresso/Gulbenkian é uma Parceria Expresso/Gulbenkian:

O Expresso dá toda a publicidade ao Prémio (divulgação do Regulamento; entrevistas com os vencedores);

A Fundação Calouste Gulbenkian paga as despesas de impressão do Regulamento, os Prémios (5.000€ para cada um) e organiza, na sua sede, as cerimónias de entrega dos Prémios e de lançamento das obras depois de editadas.

A Fundação Calouste Gulbenkian encarrega-se de escolher, através de critérios previamente estabelecidos, a Editora que publicará as obras vencedoras e dá um apoio para essa publicação através da compra de exemplares que serão enviados para Bibliotecas Públicas e Escolares.

O Júri é escolhido pelos dois parceiros, havendo um representante de cada uma das entidades patrocinadoras:

Eduardo Marçal Grilo

Maria Helena Borges (Fundação Calouste Gulbenkian)

José António Gomes (crítico de Literatura Infanto-Juvenil)

Inês Pedrosa

Ana Maria Magalhães

Fernando Madrinha (Expresso)

2001 - modalidade Infantil - 'O Senhor Valéry', de Gonçalo M. Tavares e na Juvenil 'Crónicas de Allaryia - A Manopla de Karasthan', de Filipe Faria.

2003 - modalidade Infantil - 'A Verdadeira História de Alice', de Rita Taborda Duarte e na Juvenil 'Amor de Miraflores', de João Borges da Cunha.

2005 - modalidade Infantil - 'A Noite dos Animais Inventados', de David Bernardo Machado e na Juvenil não foi atribuído o Prémio.

2007 - modalidade Infantil - 'O Menino Árvore', de Luísa Costa Cabral e na Juvenil 'O Dono da Festa', de Estêvão Luís Bertoni e Silva.

2009 - modalidade Juvenil 'O Pintor Desconhecido", de Mariana Roquette Teixeira e na Infantil não foi atribuído o Prémio.

Divulgação (Anúncios, editorial, on line) 12 de Março

Recepção dos trabalhos até 31 de maio

Reunião do Júri setembro (data a confirmar)

Divulgação dos vencedores Edição de 15 Outubro

Entrega do Prémio novembro