Siga-nos

Perfil

Carro do Ano 2016

Inscritos

Audi A6 Limousine: Viagens em primeira classe

As bases de desenvolvimento do novo A6 centraram-se nas áreas da digitalização, conforto e um design que o colocam entre as berlinas mais premium da atualidade

O A6 Limousine tem um comprimento de 4,939 metros, ou seja, mais 7 milímetros que o antecessor. A largura foi aumentada em 12 milímetros, para 1,886 metros, enquanto a altura de 1,457 metros é agora superior em 2 mm. A capacidade da bagageira é de 530 litros.

No caso da versão que os jurados do Essilor Carro do Ano 2019 têm para ensaio é importante, desde logo, destacar que a versão ensaiada possui 10.900 euros de equipamento opcional. O Audi A6 chegou, nesta primeira fase, com dois motores – 40 TDI e 50 TDI, com potências de 204 cv e 286 cv, respetivamente – e preços a partir de 59.950 euros (Limousine) e 62.550 euros (Avant).

O interior do novo Audi A6 é ainda maior do que no modelo anterior. No que diz respeito ao espaço para as pernas nos lugares traseiros, supera o modelo antecessor.

A consola central no novo Audi A6 está direcionada para o condutor. O sistema operacional MMI touch permite que as funções centrais do veículo sejam inseridas na posição desejada utilizando a função “drag-and-drop” – semelhante ao que acontece com apps em smartphones. O MMI de navegação plus (um opcional que custa 1.995 euros) é ainda mais completo com os módulos complementares opcionais, incluindo dois sistemas de som. Entre os serviços online fornecidos pelo Audi connect estão serviços Car-to-X, como reconhecimento de sinais de trânsito e informações de perigo. Monitorizam os dados da frota Audi (swarm intelligence) e enquadram o Audi A6 com as condições de trânsito atuais.

A direção dinâmica com eixo traseiro direcional é componente-chave na agilidade e manobrabilidade. No A6 Limousine, e dependendo da velocidade, a relação da direção varia entre 9.5: 1 e 16.5: 1, através de uma engrenagem harmónica no eixo dianteiro. No eixo traseiro, um atuador mecânico vira as rodas até cinco graus.

Como opção, a nova chave digital Audi connect substitui a chave convencional. O A6 pode ser aberto/fechado e a ignição ligada através de um smartphone Android. O cliente pode permitir que cinco smartphones ou utilizadores acedam ao veículo.

Sistemas de assistência ao condutor

O pacote City inclui soluções como a nova assistência em cruzamentos. O pacote Tour surge com o active lane assist, que complementa o cruise control adaptativo através de uma intervenção da direção para manter o veículo na faixa de rodagem. Referência para o zFAS, um controlador central de assistência que calcula continuamente uma imagem dos elementos que circundam o veículo, através de uma série de sensores, câmaras e radares.

Dependendo do nível do equipamento, pode haver até cinco sensores de radar, cinco câmaras, 12 sensores ultrassom e um scanner a laser – outra inovação.

Em Portugal estão disponíveis, nesta primeira fase de lançamento, dois motores TDI: um 2.0 de quatro cilindros e um 3.0 V6, com potências de 204 cv (150 kW) e 286 cv (210 kW) e um binário máximo de 400 Nm (40 TDI) e de 620 Nm (50 TDI), respetivamente.

A tração é dianteira na versão 40 TDI e integral quattro no 50 TDI. Este bloco V6 TDI está acoplado a uma caixa tiptronic de oito velocidades, e o 2.0 TDI é proposto com uma caixa S tronic de sete velocidades, de dupla embraiagem. A tração quattro, de série no motor V6, inclui um diferencial central autoblocante. A tração quattro disponível como opção na versão 40 TDI tem a designação ultra por ser constituída por uma embraiagem multidiscos, que gere a distribuição da potência entre os eixos e pode, inclusivamente, desligar o eixo traseiro quando não há grandes solicitações do condutor. Nestas fases, o A6 funciona apenas com tração no eixo dianteiro. Em conjunto com a caixa tiptronic, o diferencial traseiro desportivo, opcional, oferece ao A6 um comportamento mais dinâmico na distribuição ativa do binário entre as rodas traseiras. Os sistemas de controlo dinâmico da direção, diferencial traseiro desportivo, controlo do amortecimento e a suspensão pneumática adaptativa são regulados através do Audi drive select. O condutor pode selecionar entre os vários modos de condução: Efficiency, Comfort e Dynamic.

Tecnologia Mild-hybrid

A tecnologia Audi mild hybrid (MHEV) pode reduzir o consumo de combustível até 0,7 l/100 km. Com os motores V6, é aplicado um sistema elétrico primário de 48 V, enquanto que no 2.0 TDI é um sistema elétrico de 12 V. Em ambos os casos, o alternador (BAS) funciona em conjunto com uma bateria de iões de lítio. O Audi A6 pode desligar por completo o motor quando está ativa a função “roda livre”, entre os 55 e os 160 km/h.