Siga-nos

Perfil

Expresso

Iniciativas e Produtos

Dicas de Saúde: como evitar a dermatite da fralda

Um dos problemas mais comuns entre os 9 e os 12 meses pode ser evitado e controlado. Nos próximos meses, vamos lançar um largo conjunto de sugestões no campo da saúde. Acompanhe esta parceria Expresso/Farmácias Portuguesas

Conteúdo vídeo fornecido pelas Farmácias Portuguesas

Dermatite da fralda, eritema da fralda ou “rabinho assado”. Diferentes nomes para um problema de pele comum da infância.

O que é?

O eritema da fralda, muito comum em bebés, principalmente com idades entre os 9 e 12 meses, traduz a inflamação da pele do rabinho do bebé:

  1. Numa fase inicial a pele fica irritada e brilhante;
  2. Posteriormente evolui para uma pele mais seca, a descamar e macerada.

É mais frequente e incomoda mais nas zonas cobertas pela fralda (nádegas; genitais; virilhas; região superior das coxas e parte inferior do abdómen). Quando a pele está irritada, o bebé sente mal-estar, apresentando sensibilidade ao toque, sobretudo durante a mudança da fralda.

Quais as principais causas?

  1. Irritação da pele devido à exposição prolongada à urina e fezes: a urina ao ficar acumulada na fralda liberta substâncias químicas irritantes, que podem comprometer a barreira natural da pele, causando vermelhidão e irritação. As enzimas existentes nas fezes têm o mesmo feito agressivo, sobretudo em caso de diarreia. Assim, quanto mais tempo o bebé ficar com a fralda molhada ou suja, maior a probabilidade de aparecer ou agravar a inflamação;
  2. Fralda ou roupas apertadas: podem causar atrito e irritação na pele;
  3. Introdução de um novo produto de higiene ou cuidado da pele: a pele do bebé pode não reagir bem a um novo toalhete, fralda ou detergente da roupa por exemplo.
  4. Introdução de novos alimentos na dieta do bebé: quando o bebé começa a diversificar a sua alimentação, o conteúdo das fezes é alterado, podendo torná-las mais agressivas para a pele do rabinho, aumentando também a probabilidade de desenvolver eritema da fralda.
  5. Toma de certos medicamentos, como os antibióticos, pelo bebé ou pela mãe se está a amamentar – podem perturbar o equilíbrio da pele, deixando-a vulnerável à ação de bactérias e fungos, que habitam nas zonas mais húmidas e quentes do rabinho, como as pregas.

Para saber como prevenir veja o vídeo!

Quando consultar o médico?

Sempre que o eritema não melhorar, sangrar, provocar comichão ou for acompanhado de febre deve consultar o médico pediatra.