Siga-nos

Perfil

Expresso

Última Hora Lusa

PGR: Director nacional da PJ diz que "não há" escutas ilegais e ministro da Justiça critica "alarmismo injustificado"

Porto, 23 Out (Lusa) - O director nacional da PJ garantiu hoje que não se sentiu visado com as declarações do Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, sobre as escutas telefónicas, realçando que nenhuma é ilegal, enquanto o ministro da Justiça criticou algum "alarmismo injustificado".