Siga-nos

Perfil

Expresso

Última Hora Lusa

Macau: 2019 "não é demasiado cedo" para eleições directas e universais, defende professor de Pequim

Macau, China, 04 Jan (Lusa) - A eleição por sufrágio directo e universal do chefe do Executivo de Macau em 2019 "não é demasiado cedo", considerou quinta-feira em Macau Cui Zhiyuan, da escola de Gestão e Políticas Públicas da Universidade chinesa de Tsinghua.