Siga-nos

Perfil

Expresso

Economia

PGR: Escutas telefónicas em Portugal "são feitas exageradamente", acusa Pinto Monteiro

Lisboa, 20 Out (Lusa) - O Procurador-Geral da República (PGR) afirmou hoje que em Portugal as escutas telefónicas "são feitas exageradamente" e manifestou "profundas dúvidas sobre a proibição da publicação" dos seus conteúdos, como define o novo Código do Processo Penal.