Siga-nos

Perfil

Expresso

Actualidade

Operação Natal: GNR reforça patrulhamento a partir de terça-feira, 2.300 militares na estrada diariamente

Lisboa, 22 Dez (Lusa) - A GNR vai reforçar o patrulhamento nas estradas portuguesas a partir de terça-feira no âmbito da Operação Natal e vai mobilizar diariamente 2.300 militares, 1.100 patrulhas e 1.000 veículos, disse hoje fonte da corporação.

Lisboa, 22 Dez (Lusa) - A GNR vai reforçar o patrulhamento nas estradas portuguesas a partir de terça-feira no âmbito da Operação Natal e vai mobilizar diariamente 2.300 militares, 1.100 patrulhas e 1.000 veículos, disse hoje fonte da corporação.

O oficial de operações do Comando-Geral da GNR, major Luís Branco, adiantou à Agência Lusa que a Operação Natal, que tem início terça-feira às 00:00 e termina dia 28 de Janeiro às 24:00, se traduz "num reforço do patrulhamento" que envolve as Brigadas de Trânsito, Fiscal e Territorial.

Nos próximos dias, a Guarda Nacional Republicana (GNR) terá "diariamente empenhados" 2.300 militares, 1.100 patrulhas e 1.000 veículos nas principais estradas portuguesas.

A GNR tem ainda ao dispor 40 radares e 1.200 alcoolímetros, afirmou o major Luís Branco.

O oficial de operações do Comando-Geral da GNR sublinhou que os militares vão estar particularmente atentos à segurança rodoviária, como comportamento dos condutores e fluidez do trânsito.

Excesso de velocidade, consumo de bebidas alcoólicas e substâncias psicotrópicas, uso do cinto de segurança e do telemóvel vão estar igualmente sob o olhar atento das autoridades.

Luís Branco disse ainda que, no Ano Novo, a GNR vai realizar uma operação idêntica, com o mesmo número de meios, entre as 00:00 de 30 de Dezembro e as 24:00 de 04 de Janeiro.

Por sua vez, a PSP já iniciou no início do mês a operação "Natal em Segurança 2008" com o lema "Em casa e na estrada, junto prevenimos mais".

No entanto, desde o dia 17 que o número de agentes foi reforçado, disse à Agência Lusa o porta-voz da Direcção Nacional da PSP, comissário Paulo Flôr, que não especificou o número de efectivos nas ruas.

Paulo Flôr adiantou que 50 por cento dos elementos em funções administrativas são colocados no exterior durante o Natal.

A actividade da PSP, que se prolonga até 08 de Janeiro, é mais acentuada nas zonas de grande concentração de pessoas, designadamente as áreas comerciais procuradas para as compras de Natal, áreas residenciais e vias rodoviárias.

Segundo a PSP, a operação tem como objectivo diminuir o número de furtos em residências, estabelecimentos comerciais e viaturas, bem como os roubos a pessoas.

Durante este período, a Polícia de Segurança Pública (PSP) prevê realizar mais de 1.000 operações a nível nacional.

CMP.

Lusa/Fim