Siga-nos

Perfil

Expresso

Actualidade

Guiné-Bissau: Representante ONU admite que "a paciência tem limites"

Bruxelas, 28 mai (Lusa) - O representante especial do secretário geral da ONU para a Guiné-Bissau, Joseph Mutaboba, apela à comunidade internacional para não deixar o país "sozinho", mas admite que "a paciência tem limites" e as "crises recorrentes" são frustrantes para quem quer ajudar.