Siga-nos

Perfil

Expresso

Actualidade

Birmânia: Junta Militar deve ser acusada de crime contra a humanidade por recusar ajuda - Juiz Garzón

Sevilha, Espanha, 15 Mai (Lusa) - O juiz espanhol Baltazar Garzón defendeu hoje que o Tribunal Penal Internacional considere "crime contra a humanidade" a recusa da Junta Militar da Birmânia (Myanmar) em aceitar ajudas internacionais para fazer face à catástrofe provocada pelo ciclone Nargis.