Siga-nos

Perfil

Expresso

Actualidade

Adeus Saramago: Quando um escritor morre, é um mundo que desaparece - Nuno Júdice

Lisboa, 19 jun (Lusa) - "Quando um escritor morre, é um mundo que desaparece", recordou o poeta Nuno Júdice quando foi despedir-se de José Saramago, nos Paços do Concelho de Lisboa.