Siga-nos

Perfil

Expresso

Última Hora Lusa

Lei tabaco: Fiscalização deve avaliar qualidade do ar porque não há aparelhos 100 por cento eficazes, especialista

Lisboa, 19 Dez (Lusa) - A fiscalização do cumprimento da nova lei do tabaco deverá passar pela avaliação da qualidade do ar, uma vez que os ventiladores/purificadores de fumo conhecidos não são totalmente eficazes, disse à Lusa uma jurista da Direcção-Geral de Saúde.