Siga-nos

Perfil

Economia

WorldGMC

Experiência próxima do real

A noção de que esta competição simula a realidade das empresas, motivou Nuno Marques a investir numa primeira participação.

Maribela Freitas (www.expresso.pt)

<#comment comment="[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 <#comment comment="[if gte mso 9]> <#comment comment=" /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";} @page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} "> <#comment comment="[if gte mso 10]>

Nuno Marques está a participar pela primeira vez no Global Management Challenge e a sua ambição é que a equipa que integra, atinja os três primeiros lugares da Final Nacional. A semelhança desta simulação com a realidade da gestão de uma empresa, foi o que o motivou a integrar uma formação.

"A participação no Global Management Challenge permite ter uma experiência muito próxima da realidade da gestão de um negócio em todas as suas vertentes. Irá ajudar a compreender a interacção entre as diversas áreas de uma empresa, pois não há decisões independentes", conta Nuno Marques. A equipa que integra é formada por elementos com competências académicas e profissionais variadas. Essa heterogeneidade, revela, "permitirá uma partilha de informação, ideias e experiências". Será ainda um trunfo para esta formação atingir o objectivo de alcançar a Final Nacional.

Para Nuno Marques, fazer parte deste desafio representa "uma oportunidade para por em prática alguns dos conceitos aprendidos. Acreditamos que retiraremos conhecimentos preciosos numa competição que engloba dois tópicos chave nos dias correntes e que são: global e gestão". Lembra também que a participação nesta prova representa uma oportunidade de aprofundar o trabalho em equipa e para aprender a respeitar as decisões dos outros elementos da formação que integra.