Siga-nos

Perfil

Economia

WorldGMC

Formação para o mercado de trabalho

Cinco estudantes de engenharia biomédica do Instituto Superior Técnico fazem um balanço da sua participação no Global Management Challenge 2018.

A melhoria de comunicação, trabalho em equipa, de raciocínio e estratégias de trabalho sob pressão, bem como o aperfeiçoamento do sentido crítico e do respeito por opiniões divergentes, são algumas das aprendizagens que a equipa Intrum/Evolution retira da sua participação no Global Management Challenge. João Simões, um dos elementos desta formação acrescenta que “esta competição tanto possibilita a aquisição de conhecimentos relativos à gestão de uma empresa, numa simulação bastante aproximada à realidade e do seu dinamismo, como o desenvolvimento de um espírito mais ambicioso, crítico e competitivo, tal como é espectável ocorrer num ambiente profissional”.

Já Laura Sousa salienta que “tendo em conta a simulação complexa a que temos acesso através do Global Management Challenge, acreditamos que a nossa capacidade de decisão e resposta a prazos evoluiu consideravelmente. Para além disso, desenvolvemos o trabalho em equipa e espírito de liderança que poderemos aplicar futuramente”. Desta forma e para a sua colega de equipa Margarida Ramalho, “estaremos mais preparados para o desempenho de funções de relevo numa empresa, onde trabalharemos”.

É pelas especificidades e ensinamentos que esta simulação de gestão contém que esta equipa recomenda a participação a outros universitários. “Permite a aquisição de novas competências e a melhoria de outras adquiridas previamente”, especifica Maria Carolina Bento. Outro benefício apontado por Pedro Santos e que deriva desta participação é “o desenvolvimento pessoal que permite sermos indivíduos mais ambiciosos, proativos e contribuintes para a sociedade onde nos integramos”.