Siga-nos

Perfil

Economia

WorldGMC

Perto da vitória

Apesar de não terem vencido a final internacional do Global Management Challenge 2017, as equipas de países como a Espanha, Estónia e Rússia, fazem um balanço positivo da sua participação.

Foram vinte os países que disputaram em abril a final internacional da edição de 2017 do Global Management Challenge. A República Checa foi a vencedora, mas há equipas de países que mesmo não tendo ficado nos três primeiros lugares, referem que esta foi uma experiência positiva que aumentou os seus conhecimentos na área da gestão.

A equipa da Estónia ficou em quarto lugar e esta foi a sua segunda presença numa final internacional. No ano passado os três jovens membros desta formação eram estudantes, agora já estão a trabalhar e o que os encanta em iniciativas como esta é aprenderem mais sobre gestão.

A Rússia, um forte candidato ao título, ficou com a quinta posição. O país, representado por uma equipa de estudantes de economia, gestão e finanças, estreou-se neste tipo de evento mundial. Para a equipa russa competições como esta "permitem aplicar os nossos conhecimentos na prática, competir com outros países e estamos orgulhosos por representar a Rússia. É uma boa oportunidade para nós e pode ser importante para o nosso futuro", explicou na final Nikita Polyakov, membro da equipa. Na sua opinião o Global Management Challenge mostra a vida das empresas como na realidade ela é.

A Espanha e apesar de ter ficado com a oitava posição, teve um bom desempenho, já que há sete anos que este país não ficava entre os primeiros oito classificados. Os estudantes quue representaram o país vizinho defenderam que esta competição foi "uma grande experiência onde verificamos, pela primeira vez, como funcionam os mecanismos de uma empresa".