Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Wall Street positiva depois de desmentido chinês

Os índices Dow Jones e S&P 500 reabriram hoje em alta. O desmentido chinês de uma noticia no Financial Times deixou os grandes investidores mais aliviados.

Jorge Nascimento Rodrigues (www,expresso.pt)

Wall Street reabriu hoje em alta, depois de ontem (26/05) os índices Dow Jones Industrial Average (DJIA) e das tecnológicas (Nasdaq) terem fechado ligeiramente no negativo.

As bolsas nova-iorquinas tinham-se assustado, ontem, com rumores de que o Banco Popular da China (banco central do país líder do crescimento global e número um mundial em reservas cambiais) estaria a preparar-se para "largar" o interesse estratégico pela zona euro.

O desmentido pelo banco central chinês da noticia veiculada pelo Financial Times tranquilizou os grandes investidores de Tóquio e Hong Kong, à Europa, e agora a Nova Iorque. A ideia de que estaria a ocorrer "uma viragem" na política de diversificação face ao dólar por parte da China rapidamente se espalhou nos meios de comunicação social em papel e online anglo-saxónicos. Esta manhã, a agência de análise e informação Eurointelligence dava como garantida tal mudança com impacto geopolítico.

O Dow Jones regressou acima do patamar dos 10.000 pontos agora na sessão da manhã em Wall Street, depois de as bolsas na Ásia terem fechado em terreno positivo e das bolsas europeias estarem, também, a negociar, todo o dia, em alta, na maior parte dos casos acima de 2%.