Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Testes à solidez bancária podem incluir riscos da dívida soberana

A União Europeia está a elaborar um documento para incluir os riscos de dívida soberana nos testes à solidez do sistema bancário, avança a agência Bloomberg. 

A agência de informação financeira Bloomberg, que teve acesso à uma versão do documento comunitário datada de 25 de junho, afirma que a União Europeia propõe que os chamados testes de stress à solidez do sistema financeiro deverão ter em conta os riscos da dívida dos estados-membros.  

 

O documento deverá ser discutido na reunião dos ministros das Finanças dos 27, a 12 e 13 de julho.  

 

Os testes à solidez do sistema bancário, conhecidos como testes de 'stress', avaliam a capacidade dos bancos para resistir a choques económicos ou financeiros.

 

A questão sobre se os testes levariam em conta os riscos ligados à dívida

soberana foi suscitada depois de os problemas na dívida da Grécia e os receios dos investidores quanto aos títulos de Portugal e Espanha.  

 

A 17 de junho, os líderes europeus, reunidos em Bruxelas, decidiram aprovar a publicação dos resultados dos testes à solidez dos bancos sem, no entanto, entrar em detalhes sobre como tal se processará.  

 

A publicação dos resultados "deve tranquilizar os investidores, eliminando os receios sem fundamento no setor", explicou então o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.