Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Soares da Costa reduz facturação e lucros

A Soares da Costa registou no 1º trimestre um lucro de 1,4 milhões de euros, face a 2,2 milhões em 2009. Este ano vai entrar em novos mercados.

Abílio Ferreira (www.expresso.pt)

 O volume de negócios e os lucros da Soares da Costa (SC) no 1º trimestre stiveram em queda. As vendas (222 milhões) reduziram-se em 4%, enquanto a queda do  lucro foi mais acentuada (42%), passando para 1,4 milhões. A constutora explica este desempenho "pelo aumento da taxa efectiva de imposto" que passou de 13.7% para 35%.  Na área da construção, a facturação reduziu-se 5%.

No comunicado enviado à CMVM,  a SC enfatiza a evolução favorável do desempenho operacional, com a margem de EBITDA de 11,4%  a  superar ligeiramente os 11.3% registados  em 2009. Os meios libertos (EBITDA) ficaram ao nível de 2009: 25 milhões. Os resultados financeiros (-14,2 milhões) ficaram em linha com 2009.  A construtora beneficiou da redução do custo de financiamento mas foi penalizada com a evolução da paridade euro/dólar.

A carteira de encomendas regista um crescimento nde 4% face ao fim de 2009, atingindo os 1,9 milhões de euros. Este valor incluiu a concessão do TGV Poceirão-Caia, assinada este mês. O mercado internacional representa 57% da carteira. Angola lidera, pesando um quarto, seguida de Israel, por causa do metro de Telavive (14%) e Estados Unidos (5%). A SC manterá a sua forte aposta no exterior, preparando a abertura a novas geografias (Abu Dhabi, Oman e Argélia) e o reforço das operações nos Estados Unidos, América Central. Em África, a nova aposta é na Guiné Equatorial.

Para este ano, a construtora prevê uma facturação de 970 milhões de euros e um EBITDA de 98 milhões.