Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Renault-Nissan promove Mobi.E

A aliança Renault-Nissan e o consórcio Mobi.E criaram uma parceria para a promoção da mobilidade eléctrica noutros mercados.

Alexandre Coutinho (www.expresso.pt)

De acordo com uma carta de intenções hoje assinada, as duas partes comprometem-se a estudar como promover internacionalmente a mobilidade eléctrica utilizando o modelo Mobi.E Tech, o sistema de carregamento de veículos eléctricos que está a ser desenvolvido pelo consórcio nacional. Portugal foi um dos primeiros países no mundo a adoptar uma política nacional de mobilidade eléctrica

"Este acordo é mais um passo no desenvolvimento e consolidação do projecto de colaboração entre Portugal e a aliança Renault-Nissan, cujos primeiros contactos se iniciaram em Maio de 2008. O facto da rede Mobi.E ser pública, aberta e integrada, é uma das chaves para o sucesso da mobilidade eléctrica", afirmou José Caro de Sousa, director-geral da Renault Portugal. 

"Corremos o risco de ser líderes na mobilidade eléctrica e Portugal está, hoje, na primeira linha de uma nova revolução industrial", frisou Carlos Zorrinho, secretário de Estado da Energia e Inovação. 

"O Mobi.E irá instalar estações de carregamento acessíveis a todas as marcas de veículos eléctricos, em locais como parques de estacionamento públicos, centros comerciais, hotéis, aeroportos e estações de serviço. Os utilizadores de veículos eléctricos apenas necessitarão de um cartão de identificação para aceder a esta rede, independentemente do local da estação de carregamento", acrescentou João Dias, coordenador do GAMEP (Gabinete de Apoio à Mobilidade Eléctrica em Portugal). 

Pontos de carregamento

A rede irá possuir pontos de carregamento normais que serão capazes de carregar um veículo eléctrico no espaço de seis a oito horas utilizando energia eólica produzida durante a noite, assim como pontos de carregamento rápido que irão carregar um veículo em menos de 30 minutos. 

"A aliança Renault-Nissan acredita que o verdadeiro indicador do sucesso da mobilidade eléctrica reside na satisfação total do cliente. A nossa parceria com a Mobi.E Tech irá assegurar a todos os clientes de veículos eléctricos em Portugal uma experiência de carregamento da mais alta qualidade possível", afirmou Emmanuel Delay, vice-presidente sénior de administração e finanças da Nissan International. 

Esta carta de intenções vem na sequência do acordo assinado entre a aliança Renault-Nissan e Portugal para a implementação de um programa nacional de mobilidade eléctrica. Este acordo estabelece a implementação de 1.300 pontos de carregamento de veículos até 2011 e o fornecimento de veículos eléctricos por parte da aliança Renault-Nissan, a começar pelo Nissan Leaf, em Dezembro de 2010. Em 2011, será a vez da Renault lançar três modelos de veículos eléctricos. 

O Nissan Leaf, o primeiro veículo eléctrico no mundo a ser comercializado em massa, é alimentado por um motor eléctrico de 80 kW e possui uma autonomia de 160 quilómetros. Na semana passada, a Nissan anunciou que Portugal será um dos dois primeiros países europeus (a par da Holanda) a receber, já em Dezembro, este automóvel familiar compacto totalmente eléctrico, por um preço de 29.955 euros (após os incentivos no valor de 5.000 euros).