Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Recessão na Zona Euro confirmada

O PIB dos quinze países que fazem do euro a sua moeda já tinha caído 0,2% no segundo trimestre de 2008.

A economia da Zona Euro recuou 0,2% no terceiro trimestre face ao anterior, entrando em recessão pela primeira vez na sua história, de acordo com uma segunda estimativa do Eurostat, hoje publicada. O Departamento de Estatísticas europeu confirmou assim uma primeira estimativa avançada em meados de Novembro.

O PIB dos quinze países que fazem do euro a sua moeda já tinha caído 0,2% no segundo trimestre de 2008.

A economia da União Europeia no seu conjunto também se contraiu entre Julho e Setembro, quebrando 0,2%, depois de um crescimento nulo no segundo trimestre. Em Portugal, o crescimento foi nulo no terceiro trimestre, depois de uma subida de 0,3% do PIB no trimestre anterior.

Entre as grandes economias da Zona Euro, a Alemanha e a Itália já se encontram em recessão técnica - configurada por dois trimestres de crescimento negativo consecutivos -, mostram os dados do Eurostat. O PIB em ambos os países recuou 0,5% no terceiro trimestre, após 0,4% nos três meses anteriores.

A Espanha regista no terceiro trimestre uma baixa do PIB de 0,2%, a primeira quebra dos últimos quinze anos.

Fora da zona euro, o Reino Unido regista também o seu primeiro trimestre de crescimento negativo, com uma queda da actividade de 0,5%, após uma estagnação nos três meses anteriores.

A análise das componentes do PIB mostra que a despesa do consumo final das famílias se manteve estável na Zona Euro e subiu 0,1% na União Europeia a 27 membros (após menos -0,2% e -0,1%, respectivamente, no trimestre anterior).

Os investimentos caíram 0,6% na Zona Euro e 0,8% na UE-27 (após -0,9% e -1%). As exportações cresceram 0,4% nos quinze da Zona Euro e 0,3% nos 27 (contra menos 0,1% em ambas as zonas), enquanto as importações subiam 1,7% na Zona Euro e 1,3% no conjunto da UE (após menos 0,4% em ambas as zonas).