Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

PT quer demissão de CFO da Telefónica

A Portugal Telecom (PT) exige a demissão de Santiago Valbuena, CFO da Telefónica, da administração da PT, após ter ameaçado lançar uma OPA hostil à empresa, em declarações ao "Financial Times".

Liliana Coelho (www.expresso.pt)

"A decisão unânime que tomámos sobre a oferta da Telefónica é uma defesa intransigente dos interesses da Portugal Telecom (PT)", afirmou Zeinal Bava, presidente executivo da PT.



Estas declarações surgem em resposta ao CFO da Telefónica, que afirmou ao "Financial Times" que uma "OPA hostil sobre a PT pode sempre ser revista".



"Nunca dissemos que nunca seríamos hostis à PT", declarou Santiago Valbuena, ameaçando interromper o pagamento de dividendos da Vivo.



"Entendo que a decisão que tomámos não agrade ao CFO da Telefónica (..) mas por uma questão de coerência, depois das declarações que o CFO da Telefónica fez resta demitir-se do Conselho de Administração da PT, porque está em falta com os seus deveres de lealdade para com a PT e tem conflitos de interesse", respondeu Zeinal Bava.



"A tentativa de chantagem sobre a distribuição de dividendos da Vivo não nos intimida e é inaceitável", acrescenta Bava.



A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou que já solicitou à Telefónica esclarecimentos sobre as declarações de Santiago Valbuena.