Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

PT quer aferir legalidade do uso da golden share

Conselho de Administração da PT informa CMVM que vai pedir pareceres jurídicos para aferir a legalidade do uso da golden-share por parte do Estado para vetar a venda à Telefónica da sua posição na Vivo.  

A Portugal Telecom (PT) anunciou hoje que vai pedir pareceres jurídicos para aferir a legalidade do uso da golden-share por parte do Estado para vetar a venda à Telefónica da sua posição na Vivo.

Numa comunicação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Conselho de Administração da PT, que hoje reuniu-se após a assembleia geral de acionistas, considera "necessário clarificar determinados aspetos legais", pelo que "irão ser solicitados pareceres jurídicos para o efeito"

A mesma nota adianta que, depois de obtidos os pareceres, o Conselho de Administração da PT vai agendar nova reunião, atendendo a que a Telefónica prorrogou a atual oferta até a 16 de julho . 

A Telefónica alargou o prazo da oferta de 7,15 mil milhões pela parte da PT na Vivo até 16 de julho, disse à agência Lusa fonte oficial da operadora espanhola, que "desafia a PT a respeitar a vontade dos acionistas", que, na sua maioria, se pronunciaram a favor da oferta.