Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Pegada de carbono do Mundial pesa 2.753.251 toneladas

A realização do Campeonato de Mundo de Futebol, na África do Sul, vai emitir 2.753.251 toneladas de dióxido de carbono para a atmosfera.Clique para aceder ao dossiê Mundial-2010

Vítor Andrade (www.expresso.pt)

Não é apenas o barulho das vuvuzelas que vai inundar o ambiente em torno do Mundial de Futuebol.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010

Segundo um estudo realizado pela Embaixada da Noruega e pelo Governo sul-africano, este ano o Mundial de Futebol  vai emitir 2.753.251 toneladas de CO2 para a atmosfera, aproximadamente o equivalente à quantidade liberada por um milhão de carros ao longo de um ano, e seis vezes pior do que as emissões durante o último campeonato do Mundo.

Há vários factores que concorrem para que este seja um dos campeonatos do mundo com uma pegada de carbono mais pesada que os anteriores. Desde logo porque há mais gente a chegar de longe, recorrendo a aviões. Recorde-se que no último Mundial muita gente se deslocou de comboio ou de carro para Berlim, em 2006.

O estudo hoje divulgado refere que foram libertadas para a atmosfera 15.390 toneladas de CO2 na construção de infra-estrutura de apoio aos jogos. A falta de estádios de futebol na África do Sul fez com que tivessem que ser construídos varios, ou seja, gastou-se muito cimento nas obras. Só que na fabicação de cada tonelada de cimento de CO2 é emitida uma tonelada de CO2.

Para tentar minimizar a pegada de carbono deste Mundial, o Governo sul-africano já disse que planeia plantar centenas de milhares de árvores em áreas urbanas de todo o país.