Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mota-Engil compra empresa no Brasil por €21 milhões

A Mota-Engil pagou 21 milhões de euros por 50% do grupo brasileiro Geovision que opera nos resíduos e gestão ambiental.

Abílio Ferreira (www.expresso.pt)

O grupo Mota-Engil, através da sua participada Suma, reforça a sua exposição ao Brasil com a aquisição de 50% do capital do grupo Geo Vision Soluções da área dos resíduos e gestão ambiental. A operação envolve 50 milhões de reais (21 milhões de euros).  A este valor, será acrescida uma segunda componente, em função dos acréscimos dos meios libertos ( EBITDA) nos próximos 4 anos. Esta indexação "traduz a verdadeira parceria subjacente a este acordo pelo mútuo comprometimento no desenvolvimento da empresa", refere o comunicado da Mota-Engil. 

A Geovison opera como uma holding detentora de participações em várias empresas que se dedicam  à limpeza urbana,   recolha de resíduos domésticos comerciais, industriais e hospitalares,   triagem e aproveitamento de resíduos e gestão de aterros sanitários. A empresa opera no Estado de São Paulo e tem projectos de expansão noutros Estados, designadamente Goiás. Em 2009, facturou 100 milhões de reais (42 milhões de euros). 

A aquisição, justifica a Mota-Engil, "irá potenciar a constituição de um operador de maior dimensão no Brasil, agregando o conhecimento de mercado da Geovision com a capacidade técnica da Suma. líder em Portugal no sector dos resíduos". O Brasil produz 226 milhões de toneladas/ ano de resíduos, o que corresponde a  60% da taxa per capita europeia. Em função da população, o mercado brasileiro pode atingir vinte vezes a dimensão do mercado nacional.