Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Morre a Espírito Santo Saúde, nasce a Luz Saúde

FOTO ALBERTO FRIAS

A Fidelidade, controlada pelos chineses da Fosun, conseguiu comprar 96,065% do capital da Espírito Santo Saúde (ES Saúde).

Ana Sofia Santos e Isabel Vicente

O resultado da Oferta de Aquisição Pública (OPA) à Espírito Santo Saúde (ES Saúde) está concluído e a compra de 96% do capital foi assegurada pela Fidelidade, controlada pela chinesa Fosun.

Na sequência desta operação, as unidades de saúde do Grupo Espírito Santo vão passar a chamar-se Luz Saúde.

O presidente da Fidelidade, Jorge Magalhães Correia, disse na sessão especial de Bolsa de apuramento dos resultados da OPA, na Euronext, em Lisboa, que "estamos muito satisfeitos com o sucesso da operação. Adquirimos uma grande empresa e agora vamos pensar no futuro".

A Fidelidade já fez um depósito de 478,6 milhões de euros na CGD e Banco Finantia para pagar a operação.

Magalhães Correia referiu ainda que não está tomada qualquer decisão sobre a retirada da empresa de bolsa e afirma que quer "proporcionar soluções inovadoras que abranjam cada vez mais extratos sociais a níveis competitivos".

Refere ainda que a estratégia da Fidelidade será a de dotar a ES Saúde de mais crescimento, nomeadamente para outros mercados, e que para isso "contamos com o nosso acionista Fosun".