Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Logica vai fornecer à ESA serviços de observação terrestre

A multinacional britânica vai fornecer à Agência Espacial Europeia (ESA) serviços tecnológicos de observação da Terra, num negócio no valor de €7,5 milhões.

A Logica, grupo britânico de serviços informáticos, vai garantir a integração, verificação e validação operacional (OIVV) do software de dados de observação da Terra da ESA.



A multinacional celebrou um contrato com a agência, no valor de €7,5 milhões, para os próximos três anos, anunciou em comunicado. Durante esse período, a empresa vai fornecer serviços tecnológicos de sistemas de informação para utilização no Instituto de Pesquisa Espacial Europeu (ESRIN) em Frascati, Itália.

O serviços vão promover uma maior disponibilidade operacional dos sistemas da ESA, assim como a redução de custos através do outsourcing da gestão.

"O nosso objectivo é ajudar a ESA nas actividades de TI, libertando mais tempo aos colaboradores da ESA, para que estes se concentrem na actividade principal da agência",  afirmou Rui Trigo Guedes, director-geral da Logica Iberia.

A aposta insere-se na estratégia do grupo no sector aeroespacial, que tem como objectivo a criação de um cluster português nesta área.

"Queremos ganhar  cada vez mais know-how para desenvolvemos rprodutos e serviços de valor acrescentado no sector aeroespacial com dimensão global", acrescentou o responsável.

A ESA fornece dados de observação da Terra a uma vasta rede de cientistas e investigadores em toda a Europa, operando com mais de 100 sistemas independentes.