Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lisboa em oitavo lugar para congressos internacionais

Em ano de crise, a capital portuguesa subiu dois lugares no "ranking" mundial. Fora do "top 10", ficaram Madrid, Londres, Bruxelas e Roma.

Conceição Antunes (www.expresso.pt)

Em 2009, Lisboa subiu dois lugares no "top 10" das cidades mais procuradas para congressos associativos internacionais, passando a ocupar a oitava posição - revelam os últimos dados avançados pela associação internacional de congressos, a ICCA (International Congress & Convention Association).

Lisboa figura nesta lista com 98 congressos internacionais, "ex-aequo" com Amesterdão. Viena surge à cabeça das "dez mais" (com 160 congressos), seguida de Barcelona (135), Paris (131), Berlim (129), Singapura (119), Copenhaga (103) e estocolmo (102). Pequim, capital da China, encerra a lista da ICCA.

Cidades concorrentes de Lisboa em turismo de congressos, como Madrid, Londres, Bruxelas e Roma, ficaram em 2009 excluídas da tabela da ICCA. O Turismo de Lisboa frisa que este posicionamento da capital portuguesa ocorreu "num ano em que se viveu um clima de crise generalizada, transversal a todos os sectores, e que afectou a economia mundial, pelo que assume particular importância esta classificação enquanto destino de negócios preferencial. 

A seguir aos "city-breaks" (estadas de curta duração), o turismo de negócios já se assume como o segundo produto turístico mais importante para Lisboa, cabendo-lhe este este ano um montante de 1,076.5 milhões de euros, o equivalente a 29% do orçamento global do Turismo de Lisboa.