Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Inglaterra pára obras no aeroporto de Heathrow

As obras de construção da terceira pista de Heathrow, onde a construtora espanhola Ferrovial queria investir €10,44 mil milhões, foram paradas pelo novo primeiro ministro conservador David Cameron

J. F. Palma-Ferreira (www.expresso.pt)

Depois do ex-primeiro ministro britânico, Gordon Brown, ter autorizado a construção da terceira pista e do sexto terminal do aeroporto de Heathrow, o novo executivo liderado pelo conservador David Cameron parou estas obras, alegando questões ambientais.

O grupo espanhol Ferrovial, que detém a concessão de Heathrow e opera os seis aeroportos da BAA Airports no Reino Unido, fica agora com o crescimento da sua actividade na região de Londres limitado à capacidade actual de Heathrow, que é de 85 milhões de passageiros.

A Ferrovial será confrontada igualmente com o plano espanhol de redução de gastos, de José Luis Zapatero, que prevê poupar €15 mil milhões, entre os quais se conta um corte de €6,04 mil milhões no investimento público.

Tal como em Portugal, em vários países europeus estão a ser anunciadas medidas de corte de custos que atingem grandes projectos de obras públicas.