Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Índia com mais de 325 milhões de utilizadores

Em Outubro, a Índia registou a maior adesão de sempre aos serviços de telefones móveis, com 10,42 milhões de novos assinantes, elevando o total de utilizadores para mais de 325 milhões.

Alexandre Coutinho

Longe da recessão que afecta outros mercados e da retracção do consumo que afecta outros bens e produtos, a venda de telemóveis na Índia não pára de bater recordes: no passado mês de Outubro registou-se a maior adesão de sempre, com mais 10,42 milhões de novos subscritores de telefones móveis (em Setembro, os novos aderentes foram 10,07 milhões).

A Bharti Airtel - o maior operador de telemóveis na Índia - aumentou em 3,51% a sua quota de mercado, que subiu para 33,23%; com mais dois milhões de clientes, a Vodafone Essar registou um crescimento maior (3,81%), subindo a quota de mercado para 23,49%.

De acordo com um estudo da Confederação das Indústrias Indianas e da Ernst & Young, a grande maioria dos novos aderentes aos telemóveis é proveniente das zonas rurais da Índia, onde as populações dão preferência aos telefones móveis em detrimento da rede fixa. Cerca de 40% dos utilizadores de telemóveis vivem no meio rural, percentagem que deverá elevar-se aos 60%, até 2012.

Com mais de 325 milhões de subscritores, a Índia é o segundo maior mercado do mundo de telemóveis, a seguir à China. Até 2012, o número total de utilizadores deverá chegar aos 700 milhões, prevê o referido estudo.