Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

"Governo deu um tiro no pé"

A Associação de Investidores e Analistas Técnicos do Mercado de Capitais acusa o Governo de ter dado"um tiro no pé do interesse público e do mercado", e admite usar a justiça para anular o veto do Governo à venda da participação da PT na Vivo à Telefónica.   

João Ramos (www.expresso.pt)

"A governação em Portugal aproxima-se muito do estilo à Hugo Chávez", acusa a Associação de Investidores e Analistas Técnicos do Mercado de Capitais (ATM), como reacção à decisão do Executivo de vetar a venda de 50% da Portugal Telecom na Brasicel à Telefónica, aprovada em Assembleia Geral por 74% dos votos.

"O Estado usou e abusou do direito especial de apenas 500 acções para esvaziar o sentido de voto e soberano de uma Assembleia Geral de accionaistas, demontrando um enorme falta de cultura de mercado e grandes irresponsabilidade pela mansagem que tal acto encerra para os accionistas e investidores nacionais e estrangeiros", defende a mesma associação em comunicado. 

E adianta que está a "estudar todos os mecanismos legais para responsabilizar o governo pela interferência abusiva em decisões empresariais privadas e a nular o veto do Governo numa matéria que diria respeito à gestão e, em última a análise, aos accionistas".