Siga-nos

Perfil

GIC - Global Investment Challenge

GIC

Descidas nas bolsas insuficientes para travar 'Susy' e 'Jorge69'

Os mercados voltaram a colocar problemas na sessão de sexta-feira, mas houve participantes a conseguirem realizar ganhos.

O sentido dominante nas bolsas na sessão de sexta-feira foi o vermelho. Nos índices europeus os sectores da banca e automóvel foram dos que mais sofreram. O índice que reúne as 100 empresas mais representativas dos mercados Euronext derrapou 2,47%.

Entre os títulos mais penalizados estiveram a francesa Alcatel, os bancos Credit Agricole, Société Générale e o belga KBC. Do lado das subidas, os destaques pertenceram à empresa ligada ao sector imobiliário ICADE e à retalhista Ahold, com ganhos de 3,43% e 2,65%, respectivamente.

Já o PSI-20 conseguiu escapar a quedas tão acentuadas. O índice de referência do mercado nacional deslizou 1,25%, com apenas três títulos a fecharem a sessão no verde. Contrariamente ao que se passou nos mercados europeus, o BES e o BCP conseguiram registar valorizações de 1,19% e 0,62%, respectivamente. Também a Jerónimo Martins evitou as quedas, ao subir 0,72%.

Mas nem o cenário negativo conseguiu abrandar as prestações dos concorrentes 'Susy' e 'Jorge69', que mesmo numa sessão difícil conseguiram melhorar a performance dos seus portefólios. Ocupam o primeiro e o 2.º lugar com ganhos desde o início da competição de 28,86% e 28,61%, respectivamente.

Para além dos dois primeiros classificados, apenas mais um concorrente consegue apresentar ganhos na casa dos 20%. 'Bullet' conseguiu fintar as dificuldades da sessão de sexta-feira e escalou do 8.º para o 3.º lugar da classificação geral. O bom desempenho do participante permitiu-lhe ascender à liderança da tabela relativa ao 2.º período intercalar do Global Investment Challenge, que decorre entre 1 e 24 de Dezembro. Desde o início do mês, 'Bullet' já acumula ganhos de 24,58%.