Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Futuro de Chipre é imprevísivel

Durão Barroso afirmou hoje em Bruxelas que não é possível prever o impacto do plano de resgate em Chipre.

Carlos Abreu

Jornalista

O Presidente da Comissão Europeia reconheceu hoje em Bruxelas que não é possível prever o impacto do plano de resgate em Chipre.

"Não podemos prever, nesta altura, o impacto do plano de resgate em Chipre", disse Durão Barroso aos jornalistas.

Barroso, que participou nas negociações, lembrou ainda que a decisão tomada esta madrugada pelo Eurogrupo (formado pelos ministros da Economia e Finanças que integram a Zona Euro) teve "o total apoio do Presidente de Chipre", que liderou em Bruxelas a delegação cipriota.

Recusando avançar com um cenário macroeconómico, o Presidente da Comissão Europeia disse que "existem diferentes cenários" mas que "não é propício nesta altura avançar com um cenário macroeconómico para Chipre".