Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Eletricidade: Preços caem na UE mas sobem em Portugal

Os preços da eletricidade em Portugal aumentaram 4,5% no segundo semestre de 2008, de acordo com o Eurostat.

Vitor Andrade, com Lusa (www.expresso.pt)

Os preços da eletricidade em Portugal aumentaram 4,5% no segundo semestre de 2008, de acordo com o Eurostat.

Os preços da eletricidade para as famílias caíram 1,5% na União Europeia, entre o segundo semestre de 2008 e o segundo semestre de 2009, mas subiram 4,5% em Portugal, segundo dados hoje publicados pelo Eurostat.

Os números do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE) revelam ainda que os preços do gás caíram, tanto no conjunto da união como em Portugal, mas a queda foi muito mais acentuada na média comunitária (16%), do que em Portugal (5,5%).

 

O preço da eletricidade em Portugal no segundo semestre de 2009 encontrava-se abaixo da média comunitária (15,94 euros por 100 kWh, contra 16,45 no conjunto dos 27), mas, tendo em conta o poder de compra, era mais elevado (18,61 euros, contra 16,45 na UE).

Gás mais caro em Portugal

Quanto ao gás doméstico, o preço em Portugal no segundo semestre do ano passado era superior ao da média comunitária, tanto em termos absolutos (16,52 euros por gigajoule, contra 14,67 na UE), como levando em linha de conta o poder de compra (19,28 euros, contra 14,67 da média da união).

Nem mesmo a concorrência que no último ano chegou ao mercado fez com que os onsumidores sentissem uma quebra nos preços da electricidade. Alguns analistas do sector garantem mesmo que dificilmente voltaremos a ter electricidade barata. Tudo porque os custos de produção ainda não são totalmente cobertos pela tarifa. Razão pela qual continua a aumentar o défice tarifário que, depois de ter caído em 2009, já voltou a subir acima dos 2 mil milhões de euros.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico