Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EDP acompanhada a par e passo pelo regulador

Presidente da ERSE responde às críticas da Endesa e da Iberdrola.

O presidente da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) disse ontem que está a acompanhar diariamente o funcionamento da EDP e as suas ofertas de energia no Operador de Mercado Ibérico (OMEL). Esta afirmação é uma resposta às críticas dos representantes da Endesa e da Iberdrola, que queixaram-se da posição de domínio da EDP no mercado nacional. Vítor Santos garante que, se for verificado "qualquer indício de abuso de posição dominante para saturar as interligações entre Portugal e Espanha, a ERSE actuará sem pestanejar".

A falta de concorrência devido à fixação de tarifas que não reflectirão os custos foram os principais argumentos avançados ontem pelo presidente da Endesa Portugal, Nuno Ribeiro da Silva, para o abandono do mercado português.

As declarações de Vítor Santos foram feitas no âmbito do Fórum de Energia, que reúne esta terça-feira, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, os representantes dos maiores grupos energéticos na área dos combustíveis. O evento foi aberto pelo primeiro-ministro e contou com a presença do comissário europeu para a energia.