Siga-nos

Perfil

Economia

Bolsa e Mercados

PSI-20 fecha a perder 1,5%

A probabilidade da Moody's cortar de novo o rating da dívida portuguesa levou de novo a praça portuguesa ao tapete, abaixo dos 7000 pontos

Sara Fonseca (www.expresso.pt)

O principal índice da bolsa portuguesa fechou hoje a perder 1,63% num dia marcado pela hipótese de novos cortes de rating por parte da Moody's, que ensombrou as perspectivas de crescimento modesto de 0,5%, prevista pela Comissão Europeia, para Portugal já este ano.

Das 20 cotadas, 16 terminaram a negociar no vermelho, pressionadas sobretudo pelas quebras da Mota Engil (-4,61%), da Cimpor (-3,92%), da Sonae (-3,85%) e da Altri (-3,81%).

Apenas a Semapa, a Galp, a Portucel e a Brisa terminaram o dia de transacções no verde, com valorizações modestas, que não superaram o 1%.