Siga-nos

Perfil

Economia

Ações

Oferta pela Vivo "positiva" para PT e Telefónica

BPI Equity Research acredita que a nova proposta de 6,5 mil milhões de euros pela participação na Vivo é "positiva para as duas empresas".

Nuno Alexandre Silva (www.expresso.pt)

A nova oferta de 6,5 mil milhões de euros da espanhola Telefónica pela participação da Portugal Telecom (PT) na Brasilcel, que detém a brasileira Vivo, é "positiva para as duas empresas". É assim que Pedro Pinto Oliveira, analista do BPI Equity Research, vê a subida da oferta em 800 milhões de euros numa nota publicada hoje que refere ainda a "forte probabilidade da aceitação da oferta".

A nova oferta da Telefónica passa pela alternativa entre a aquisição do total da posição da PT na Vivo de imediato e a venda de apenas um terço do capital por 2,7 mil milhões de euros agora, deixando a opção de venda dos restantes dois terços da posição da PT na Vivo nos próximos três anos à companhia portuguesa.

A aceitação da oferta que representa 88% da capitalização bolsista da PT levou, segundo o analista, a uma subida do preço-alvo da companhia portuguesa para os 12,70 euros, quando actualmente transacciona nos 8,65 euros e o especialista estima que o preço mínimo a que a acção vai transaccionar se a oferta for aceite é de 10,4 euros.

Para a Telefónica, apesar do impacto negativo nos lucros anuais estimados para a companhia, "a aceitação da oferta nestes níveis será também positiva",uma vez que os "créditos fiscais que podem ser extraídos da operação".