Siga-nos

Perfil

Economia

Bolsa e Mercados

Bolsas europeias disparam

As medidas acordadas pelos líderes europeus este fim-de-semana em Bruxelas estão a ser extremamente bem recebidas pelos mercados financeiros europeus

Sara Fonseca (www.expresso.pt)

O fundo de cerca de 700 mil milhões de euros acordado este fim-de-semana em Bruxelas pelos líderes da União Europeia parece estar a ter finalmente um dos efeitos desejados - e que ainda não tinha sido alcançado nas últimas semanas: a acalmia dos investidores e a consequente subida dos mercados de capitais.

O panorama é optimista esta manhã um pouco por toda a Europa. Em Lisboa, o PSI20 abriu a valorizar 7,5% e encontra-se neste momento a ganhar 9,6% e a negociar nos 7,262.23 pontos. As vinte principais empresas cotadas estão todas em alta, com destaque para os títulos da Altri (+16%), BCP (+ 15,5%), BES (14%), Portugal Telecom (+14%) e Sonae (13%). Ou seja, em apenas duas horas, a bolsa portuguesa ganhou 4,3 mil milhões de euros.

O FTSE 100, o principal índice inglês, valoriza a esta hora 4,5%, o alemão ganha 4,4% e o francês 8%.

A par da França e de Portugal, a bolsa espanhola é das que mais sobe, com ganhos de 11,5%. Já a bolsa grega valoriza também acima dos 9%.

A subida do sector da banca em Portugal é acompanhada no resto do continente. O banco Santander está a ganhar 18,3% e o BBVA 18,4%. Já o Barclays sobe 15,2%.

Recorde-se que a banca, pela sua elevada exposição, foi até agora um dos sectores mais afectados por um contexto macroeconómico de elevada pressão e nervosismo quanto às possibilidades de contágio sistémico, que parecem, por agora, afastadas.