Siga-nos

Perfil

Economia

Bolsa e Mercados

Bolsa portuguesa com ganhos recorde

A bolsa portuguesa fechou hoje a valorizar 10,7%, com ganhos nunca antes alcançados.

Sara Fonseca (www.expresso.pt)

A reunião dos líderes europeus que ocorreu no passado fim-de-semana em Bruxelas, onde foi decidida a constituição de um fundo de cerca de 750 mil milhões de euros para ajudar os países com maiores dificuldades, foi extremamente bem recebida pelos mercados financeiros.

Em Lisboa, a bolsa iniciou o dia a ganhar 7,5% e foi valorizando ao longo da sessão, tendo fechado a subir 10,7%, nos 7,335.33 pontos, naquele que ficará marcado como o dia em que obteve os maiores ganhos de sempre.

De manhã, em apenas duas horas a praça portuguesa conseguiu 4,3 mil milhões de euros. A Portugal Telecom foi o título que mais impulsinou, com uma valorização de 19%, que a colocou entre as mais bem cotadas empresas de telecomunicações europeias.

Também o sector da banca, que na semana passada foi dos mais castigados, gozou fortes subidas: o BCP subiu 17%, o BES 13,2% e o BPI 9,61%.

No dia em que o ministro Teixeira dos Santos anunciou uma possível subida dos impostos para conseguir alcançar uma redução do défice mais ambiciosa, de 7,3% já em 2010, das 20 das principais empresas cotadas, 11 valorizaram mais de 11%.

Resto do mundo em euforia

As restantes praças europeias reagiram igualmente de forma muito positiva. A bolsa inglesa ganhou 5%, a alemã 5,3% e a francesa subiu 9,6%.

O principal índice espanhol fechou a sessão a ganhar 14,4%, a sua maior valorização de sempre. A bolsa italiana ganhou 11% e a grega 9%.

O banco Santander subiu hoje 22% e o Barclays 16%.

Do outro lado do Atlântico, Wall Street abriu igualmente em alta. Neste momento, Dow Jones, Nasdaq e S&P 500 valorizam na ordem dos 4%.

Tal como na Europa, é o sector da banca quem mais impulsiona: o Citigroup ganha 7% e o Bank of America 6%.