Siga-nos

Perfil

Economia

Cartões

Os melhores cartões para o seu crédito

Não se deixe iludir pelos encantos do dinheiro de plástico, conheça os factores-chave na escolha de um cartão. Clique para visitar o canal Dinheiro

Rute Gonçalves Marques (www.expresso.pt)

Seguros, descontos, prémios e ofertas. São inúmeras as vantagens propostas pelos bancos para seduzir os clientes a adquirirem um cartão de crédito, um pedaço de plástico que permite aos seus proprietários comprar hoje e pagar depois. Mas não se deixe ludibriar pelos benefícios e concentre-se em dois aspectos fundamentais: a anuidade e a taxa de juro. Em anos de crise, muitas famílias chegam ao final do mês sem dinheiro para as despesas básicas e, nestas alturas, o cartão de crédito é visto como uma tábua de salvação. Em 2009, mais de 2 milhões de portugueses tinham um cartão de crédito, o que representa 30,8% do universo de pessoas que têm conta bancária, de acordo com o estudo Basef Banca, da Marktest. De facto, ter um cartão de crédito pode ser útil, desde que seja gerido com cuidado, para aproveitar os 50 dias de crédito grátis. O Dinheiro foi à procura dos melhores cartões de crédito do mercado tendo em conta a taxa de juro e a anuidade. Regra geral, uma taxa de juro baixa não anda de mãos dadas com uma anuidade simpática, por isso deve-se escolher um cartão de acordo com o perfil do utilizador. Há dois tipos de utilizadores: os que raramente fazem compras com o cartão e nunca accionam o crédito, e os que o utilizam com bastante frequência, para fazer compras de valor avultado que depois pagam em prestações mensais acrescidas de juros. Quem está dentro do primeiro caso e paga a totalidade das transacções durante o período de crédito gratuito deve optar por ter um cartão com uma anuidade baixa. Alguns bancos permitem que os seus clientes possuam um cartão de crédito gratuito durante o primeiro ano, outros não cobram anuidade caso atinja um valor de transacções mensais predeterminado e existem ainda aqueles que oferecem a anuidade para sempre. Para os que utilizam com alguma frequência o cartão de crédito, a taxa de juro será o principal aspecto a considerar. Procure um cartão com a TAEG (taxa anual efectiva global) mais acessível. No mercado português há taxas para todos os gostos, desde os 9,2% até aos 31,5%. BES Branco Crédito mínimo - €500 TAEG - de 8,7% a 15,6% Anuidade - de €20 a €80 É o cartão que tem a taxa de juro mais baixa do mercado. A TAEG é atribuída consoante o crédito disponível: se o plafond for de 500 euros a taxa é 15,6%, se for de 1000 euros a taxa é de 10,9%, se for de 1500 euros a TAEG desce para os 9,2%, e se o cartão tiver um crédito de 2000 euros então a taxa será de 8,7%. Em contraponto, a anuidade é elevada. Pode ir dos 20 euros anuais, por um crédito de 500 euros, até aos 80 euros, por um crédito de 2000 euros. O cartão tem ainda seguro de protecção contra utilizações abusivas, em caso de roubo, furto, perda ou extravio, até ao valor do seu limite de crédito. Barclaycard Crédito mínimo - €500 TAEG - 31,5% Anuidade - Não tem O Barclaycard, do Barclays, também oferece as anuidades aos novos clientes. Porém, se pretende fazer uma compra avultada com este cartão e pagar faseadamente, vai encontrar a TAEG mais alta do mercado: 31,5%. Além das anuidades grátis, o cartão tem mais vantagens, como o pacote de seguros que engloba isenção de responsabilidade em caso de furto, roubo ou perda, plano de protecção de compras, isenção de taxa de abastecimento em gasolineiras e descontos. Mais. Se nos primeiros dois meses de vida do cartão efectuar uma compra no valor superior a 350 euros, o Barclays oferece-lhe uma máquina de café da Delta. BCP Fix Crédito mínimo - €500 TAEG - 14,6% Anuidade - € 5,77 O cartão do BCP tem uma das anuidades mais baixas do mercado: 5,77 euros. Esta é cobrada semestralmente (2,88 euros), porém se for efectuada uma compra de seis em seis meses, o cliente fica isento. O BCP Fix conta ainda com uma TAEG simpática: 14,6%. Além disso, por cada compra a crédito de valor igual ou superior a 250 euros, o cartão atribui um bónus de 1%, creditado na conta cartão. Tem ainda um seguro associado que protege contra a utilização fraudulenta. Santander Light Crédito mínimo - € 750 euros TAEG - De 13,2% a 23,6% Anuidade - Até € 16,5 Este cartão do Santander Totta opera de forma diferente dos seus pares. Se o cliente cumprir sempre os pagamentos das prestações, tem uma TAEG de 13,2%. Porém, se falhar um pagamento, esta quase que duplica, ficando nos 23,6%. No que diz respeito à anuidade, o Light oferece o primeiro ano e os seguintes, caso o cliente efectue compras ou levantamentos a crédito num valor mínimo de 1200 euros por ano ou 100 por mês. Senão, a anuidade é de 16,50 euros, mantendo-se, ainda assim, como uma das mais atractivas. Este cartão vem com seguro de protecção contra utilizações fraudulentas ou roubo do cartão. BBVA Fácil Crédito mínimo - €300 TAEG - 16,16% Anuidade - Não tem O cartão BBVA Fácil oferece a anuidade para sempre, à qual junta uma TAEG bastante simpática: 16,16%. Além de isentar o cliente da anuidade, permite efectuar amortizações sem custos extra, não cobra taxa nas gasolineiras e ainda tem protecção contra utilizações fraudulentas ou roubo do cartão. Plástico que reluz Os cartões Gold e Platinum são exclusivos para os clientes premium. Regra geral, os bancos 'oferecem' estes cartões aos clientes que atendam a padrões elevados de rendimento. Mas cuidado com estes cartões dourados. São brilhantes e ficam bem em qualquer carteira, mas têm associadas anuidades e taxas de juro mais elevadas do que os cartões clássicos. Em troca, oferecem outros benefícios, como limites de crédito mais elevados (mínimo de 2500 euros), seguros de viagem e assistência médica e jurídica no exterior, como os dois cartões abaixo indicados: um tem a taxa mais baixa do segmento gold, o outro tem isenção de anuidade para sempre. BPI Gold Crédito mínimo- €2500 TAEG - 13,7% Anuidade - € 50 Este cartão dourado do BPI tem uma TAEG bastante acessível, 13,7%. Porém, a anuidade é das mais elevadas do mercado, 50 euros. Em contrapartida oferece-lhe um pacote de seguros muito completo: acidentes pessoais em viagem, de estada, responsabilidade civil, utilização fraudulenta do cartão, assistência em viagem e jurídica, assistência doméstica, bagagem, etc. Barclaycard Gold Crédito mínimo - € 500 TAEG - 31,5% Anuidade -Não tem Este cartão oferece para sempre as anuidades, mas conta com uma das taxas de juro mais elevadas do mercado: 31,5%. As vantagens são o seguro de assistência em viagens, isenção de responsabilidade em caso de furto, roubo ou perda, plano de protecção de compras, isenção de taxa de abastecimento em gasolineiras e descontos. E mantém-se a oferta da máquina de café Delta.

Texto publicado na edição do Expresso de 15 de Maio de 2010.