Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Clube de bancarrota: Portugal mantém-se fora

A Roménia readquiriu o último lugar do TOP 10 mundial de risco de default. Portugal conseguiu, de novo, sair. Grécia baixou para o segundo lugar. Dia de derrocada bolsista na Europa, Estados Unidos e China

Jorge Nascimento Rodrigues (www.expresso.pt)

No duelo Portugal/Roménia pela conservação do último lugar do TOP 10 mundial da probabilidade de default (incumprimento de dívida soberana), o país dos balcãs ganhou ontem (29/06). Portugal conseguiu voltar a sair do "clube" de maior risco de bancarrota num horizonte próximo.

A diferença entre os dois países é inferior a um ponto percentual, segundo o monitor de risco soberano da CMA DataVision, pelo que é de esperar a continuação deste duelo.

A Grécia desceu para segundo lugar, sendo ultrapassada em deterioração da situação de crédito pela Venezuela. Contudo a Grécia continua com uma probabilidade de default superior a 55%.

Ontem foi um dia de derrocada bolsista generalizada. O G20 não provocou uma onda de entusiasmo, o que conjugado com a possibilidade de abrandamento da dinâmica de crescimento na China, gerou quedas bolsistas superiores a 5% em dois países (Espanha e Noruega) e quebras entre 3 e 5% em outros 13 países (Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Irlanda, Holanda, Bélgica, Dinamarca, Suécia, Áustria, Roménia, Ucrânia e China) e no Nasdaq norte-americano. O Dow Jones Industrial Average, de Wall Street, caiu 2,65%, voltando, de novo, abaixo do limiar psicológico dos 10.000 pontos.