Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas na Ásia caem mais de 2%

O mini-crash de 6ª feira na Europa e em Nova Iorque continua hoje no Oriente. Maioria das bolsas asiáticas cai mais de 2%. Tóquio lidera com quebra de quase 3,5%. Europa foi logo contaminada na abertura

Jorge Nascimento Rodrigues (www.expresso.pt)

A actividade bolsista na Ásia acaba de fechar. O índice geral da bolsa de Tóquio (TOPIX) liderou as quebras com 3,48%. A maioria das quedas nas bolsas da Ásia é superior a 2%, nomeadamente em Taiwan, Austrália e Índia. Apenas escapam à vaga dos 2%, o CSI 300, índice de Xangai, e o de Singapura.

Esta derrapagem para o vermelho no Oriente vem na continuação do mini-crash ocorrido na 6ª feira na Europa e nos Estados Unidos. As razões do pânico dos investidores asiáticos em bolsa continuam as mesmas dos seus colegas ocidentais: crise da dívida soberana na Europa (com a abertura de uma nova "frente", a das economias do Leste europeu, com o caso mais grave da Hungria a destacar-se) e retoma americana sem criação de emprego (95% dos empregos criados nos EUA em Maio foram derivados do lançamento da recolha de dados para o Censo de 2010; são, naturalmente, mais de 400 mil temporários).