Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BES apoia decisão da administração da PT

O Banco Espírito Santo (BES), segundo maior accionista da PT, apoia a decisão da empresa de rejeitar a oferta de €6,5 mil millhões da Telefónica pela posição da operadora na Vivo.

João Vieira Pereira (www.expresso.pt)

"O Grupo BES subscreve na integra a posição e o comunicado do conselho de administração da PT". É desta forma que fonte oficial do Banco Espírito Santo comentou ao Expresso os mais recentes desenvolvimentos sobre a oferta que a Telefónica para adquirir a Vivo, um voto de confiança por parte do BES, segundo maior accionista da PT.

Os Espanhóis oferecem agora 6,5 mil milhões de euros por 50% da Vivo, mais 800 milhões que a oferta anterior, valor que a administração da Portugal Telecom fez saber que não reflecte o valor estratégico da Vivo. Ontem o conselho de administração da PT fez saber ainda que não aceita a oferta, mas admite agora sentar-se à mesa das negociações com a Telefónica para vender a Vivo. E afirmou também que irá convocar uma Assembleia Geral para ouvir os accionistas e tomarem uma decisão final.

Para avaliar a oferta foram mandatados o presidente do Conselho de Administração da PT, Henrique Granadeiro, o CEO, Zeinal Bava, e o administrador financeiro, Luís Pacheco de Melo, segundo um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

As acções da PT valorizam 7%, após o anúncio da Telefónica de aumentar a oferta pela posição da operadora na Vivo.