Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Barril de crude ultrapassa a barreira dos 130 dólares

O preço do barril de crude para entrega em Julho ganhou 1,21 dólares, ou 0,9% para 130,28 dólares (€83,56).

O barril de petróleo ultrapassou hoje pela primeira vez a barreira dos 130 dólares (€83,56) em Nova Iorque, num contexto de preocupações

dos operadores relativamente às disponibilidades de petróleo no curto e longo prazo.

O preço do barril de crude para entrega em Julho ganhou 1,21 dólares, ou 0,9% para 130,28 dólares nas transacções electrónicas no New York Mercantile Exchange.

Às 11h13, hora TMG, o barril estava a ser negociado nos 130,22 dólares.

Em Londres, mercado que serve de refência para a Europa, o barril de Brent chegou a subir até 129,92 dólares.

Cerca das 10h15, hora TMG, estava nos 129,70 doláres.

Os preços do barril para entrega em Dezembro de 2016 subiu 17,08 dólares, ou 14%, nos últimos três dias de transacções desde da revisão em alta pelo banco de investimento Goldman Sachs para 141 dólares do preço do barril na segunda metade do ano.

Terça-feira, a Société Générale e o Credit Suisse reviram em alta as previsões para os preços, enquanto o multimilionário Boone Pickens repetia a sua previsão de 150 dólares este ano.

Os preços do petróleo tinham ultrapassado o patamar psicológico dos 100 dólares a 2 de Janeiro e aceleraram desde então a escalada, num contexto em que tudo se conjuga para pressionar os preços em alta: a atitude da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) que julga a oferta suficiente, a fraqueza do dólar, a especulação dos mercados financeiros, a procura crescente dos países emergentes.