Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Alemanha diz que Grécia só deu o primeiro passo

Só se a troika se certificar que as reformas acordadas são levadas a cabo poderá considerar-se que a situação na Grécia começa a mudar, disse o ministro da Economia alemão.

O ministro alemão da Economia, Philip Rösler, afirmou hoje que a Grécia deu apenas o primeiro passo formal para o seu regaste com a aprovação esta noite pelo parlamento grego das medidas necessárias para receber novas ajudas. O acordo parlamentar é apenas "a condição necessária", disse Rösler em declarações esta manhã às cadeias públicas ARD e ZDF, ao comentar que o "decisivo" será a aplicação das reformas aprovadas. Só se a troika formada pela União Europeia, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) se certificarem que essas reformas são levadas a cabo poderá considerar-se que a situação na Grécia começa a mudar, disse  o titular alemão da pasta da Economia.

Membros do euro deverão manter-se firmes

O ministro alemão defendeu a postura firme dos parceiros da zona euro em relação a Atenas e disse que só com pressão se poderia conduzir as autoridades gregas na direção certa. Philip Rösler disse ainda que é preciso continuar a manter reservas em relação à disse ainda que é preciso continuar a manter reservas  em relação à Grécia, país que, na sua opinião contava já com uma legislação  fiscal não se aplicava de maneira razoável.