Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

AEP faz acordo para pagar divídas e salários

A associação empresarial conseguiu chegar a acordo com dez credores a quem devia mais de 90 milhões de euros.

A Associação Empresarial de Portugal vai poder pagar os salários e divídas aos credores graças a um acordo extrajudicial de recuperação assinado com nove instituições bancárias e com a Exponor, apurou o Expresso.

Neste momento, já deu entrada no Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia uma proposta de Processo Especial de Revitalização que vai permitir pagar "de uma só vez, os salários de fevereiro e março aos seus mais de 200 colaboradores e começar a regularizar, em breve, os pagamentos a fornecedores", lê-se numa nota enviada ao Expresso.

Este acordo foi precedido da constituição de um fundo imobiliário, o Nexponor que conta com um capital social inicial de 375 mil euros, integralmente subscrito pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), que passará a deter o Parque de Feiras e Exposições da Exponor, em Leça da Palmeira, Matosinhos.

Os credores envolvidos no acordo representam mais de 78% dos créditos totais da Associação, ultrapassando os 90 milhões de euros.